"A arte da vida consiste em fazer da vida uma obra de arte."

Mahatma Gandhi

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Propriedades Medicinais das Especiarias



Como sabem as especiarias são utilizadas desde sempre na cura e tratamento de problemas de saúde. É nesse sentido, que partilhamos consigo algumas informações sobre as propriedades das especiarias e o seu uso!






Açafrão: utiliza-se para dar cor (amarelo intenso) e sabor a diversos pratos. É antioxidante e anti-inflamatório.
Uso: Arroz e caril

Anis-estrela - É conhecido também por suas propriedades anti-sépticas, anti-inflamatórias, calmantes, digestivas e diuréticas. A partir desta planta que se produz o principal fármaco para tratamento da Gripe A. Útil nos casos de digestões difíceis, fermentação intestinal e flatulência.
Uso: Na culinária, a estrela-de-anis é utilizada para produzir óleos essenciais e aromatizar bebidas alcoólicas, como a sambuca. Utiliza-se na cozinha Indiana e nos seus chás.

Canela: pequenos paus de cor castanho claro, usados em pastelaria e alguns licores. No mercado é comercializada também moída para pulverizar alguns doces. Tem propriedades digestivas e antioxidantes e ajuda a controlar a pressão sanguínea.
Uso: Doces e pratos Indianos

Cardamomo: antioxidante, estimulante e digestivo.
Uso: pratos indianos, tortas e bolos escandinavos, carne de carneiro e porco, fígado, peixes e sopas, arroz, bolachas, licores, café, conservas de arenque e saladas de frutas.

Caril: é feito com até 65 tipos de especiarias diferentes. Estimulante e digestivo.
Uso: culinária indiana, arroz, legumes, peixe ou carne.
Coentro: antioxidante, digestivo, auxiliar no tratamento da ansiedade, moderador de apetite.
Uso: peixes, frutos do mar, molhos, sopas, carnes, aves, pães.

Cominho: diurético, auxiliar no tratamento de gases.
Uso: molhos, cremes, peixes, carnes, assados, legumes, ovos, sopas e pães. Essencial no caril.

Cravinho: elevadas componentes anti-inflamatórias e antisséptico bucal.
Uso: Molhos, chás indianos e alguns tipos de caril.

Gengibre: antioxidante; ajuda a tratar enjoos, combater infecções, prevenir doenças cardiovasculares; é auxiliar no emagrecimento.
Uso: cru como acompanhamento, pickles, molhos, doces, bolos, pães, saladas e carnes de porco. Muito utilizado na cozinha indiana.

Malagueta (piri-piri): de cor vermelho intenso e extremamente picante, deve ser usada com moderação

Mostarda: semente muito pequena branca ou negra, usada geralmente moída, com uma mistura de vinagre, sal e diversos aromas, para preparar molhos ou temperar variados pratos. É um antioxidante. Boa fonte de cálcio e ferro, vitaminas A, B2 e C

Noz moscada: fruto semelhante á azeitona de pele dura e estriada. Usada em molhos e no tempero de muitas preparações culinárias. Muito usada para curar problemas hepáticos.

Oregãos: digestivo, antioxidante, anti bacteriano, antibiótico, analgésico, sedativo; auxiliar no tratamento de gripes, resfriados e cólicas menstruais.
Uso: molhos italianos, de tomate, ensopados, massas, sopas e espetadas (de carneiro e porco).

Pimenta: moída ou em grão, a pimenta é das especiarias mais usadas como tempero de uma infinidade de pratos. A pimenta está associada à redução de alguns problemas cardíacos e ao tratamento de dores reumáticas.

Salsa: favorece o equilíbrio hormonal; é fonte rica em betacaroteno (pré vitamina A) e Vitaminas do Complexo B; alivia os sintomas da bronquite, asma, cólicas menstruais e cistite; é auxiliar no tratamento de cálculos renais e cólicas.
Uso: molhos, patês, saladas, legumes, peixes, omeletas, sopas e guisados.

Importante:
Este artigo e a informação presente não tem como objectivo servir de aconselhamento médico e não deverá nem poderá ser seguido como substituto de consulta médica.

Sem comentários:

Publicar um comentário